Publicado por: Fernando de Oliveira | 26/10/2015

Vendas de tablets despencam 35% no Brasil

Tablets são, muito provavelmente, os gadgets que mais dividem a minha opinião. Uma vez disse que não acreditava no seu sucesso, já que os via apenas como uma boa ferramenta de trabalho. Errei (?) e eles se popularizaram- até eu comprei um. Porém, a queda nas vendas parece determinar que o topo já foi alcançado e que agora a coisa vai ladeira abaixo. Será?

Tablet_GradienteA venda de tablets no Brasil despencou 35% no segundo trimestre de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com novos dados da IDC Brasil.

Segundo a consultoria, foram vendidos 1,27 milhão de tablets entre os meses de abril e junho – desse total, 34 mil são os chamados PCs “2 em 1” ou híbridos”, que são contabilizados na categoria de tablets. Além disso, esse número é 29% menor em comparação com o primeiro trimestre de 2015.

A divisão das vendas no segundo trimestre ficou assim: 401 mil tablets em abril, 421 mil em maio e 446 mil em junho.

Com este número total de vendas no período, o mercado brasileiro representa 3% do total de vendas no mundo e encerra o segundo trimestre de 2015 na 8ª posição no ranking mundial, aponta a IDC.

Por fim, a consultoria aponta que a maioria (68%) dos tablets vendidos no Brasil no último trimestre custa 500 reais ou menos.

Tablet-AndroidDólar alto é vilão

Segundo o analista de pesquisas da IDC Brasil, Pedro Hagge, o desempenho do mercado ficou abaixo do esperado no Brasil. O executivo aponta a alta do dólar como o principal vilão, que teria feito com que mais da metade das marcas que faziam negócios no mercado brasileiro deixassem o país.

“Os tablets são produtos totalmente dependentes da cotação da moeda americana. Empresas menores, que importavam seus produtos de olho no bom desempenho do mercado, que aconteceu entre 2013 e 2014, e que não têm estrutura física e nem fabricação local, não conseguem acompanhar a flutuação do dólar, tendo apenas duas opções: encalhar com o produto ou vender com prejuízo. Muitas delas acabam imigrando para outro país que esteja vivendo um momento econômico melhor”, explica.

2015 no vermelho

Com tudo isso, a previsão do IDC para o ano completo não é das melhores. A consultoria estima que serão vendidos 6,5 milhões de tablets no Brasil em 2015, número 29% menor em relação ao registrado em 2014, quando foram comercializados 9,5 milhões de aparelhos desse tipo.

Fonto: Computerworld


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: