Publicado por: Fernando de Oliveira | 21/09/2015

Internautas brasileiros são os que mais recomendam marcas

Em um país onde as empresas e instituições têm pouquíssima confiança o boca a boca vale muito!

ConectadosMarcas podem comemorar. Pesquisa da SurveyMonkey com mais de 5.500 internautas em 11 países, incluindo o Brasil, revela que os internautas brasileiros são os que mais recomendam marcas para amigos ou parentes. Dos usuários de redes digitais no país entrevistados para o estudo, 94% declaram seguir alguma marca e 42%, que a recomendariam.

Perfis identificados no estudo como “promotores”, se encontram em sua maioria em países emergentes, com Índia (33%) e China (25%) aparecendo logo depois do Brasil. Na média global, apenas 19% dos entrevistados declara pertencer a este grupo de promotores. O Japão é onde menos internautas declaram hastear bandeira em defesa de uma marca, com apenas 1% dos indivíduos declarando fazê-lo.

O estudo revela ainda que 96% dos chineses declaram seguir alguma marca, superando o Brasil neste quesito. Logo atrás do Brasil, aparecem países como Índia (93%), Indonésia (91%) e Alemanha (84%).

Na média global, uma parcela de 84% dos respondentes declaram ser seguidores de marcas nas redes sociais. Entre este grupo, 63% querem em grande parte expressar sua satisfação por uma marca e 79% dizem que as empresas respondem seus comentários, estando a Indonésia à frente deste ranking (90%), seguida por Índia (87%) e Brasil (81%). Por outro lado, franceses (34%), americanos (28%) e japoneses (27%) dizem que as marcas não respondem seus comentários. Há ainda um grupo identificado no estudo como “compartilhadores”, mais engajado que os seguidores, mas falha na recomendação.

Compartilhar é o que importa

“Curtir” e “seguir” são importantes, mas o estudo da SurveyMonkey revela que as marcas estão começando a prestar mais atenção aos compartilhadores sociais, aqueles que não apenas seguem uma marca, mas vão além, compartilhando ativamente a sua experiência nas mídias sociais.

Seis em cada 10 respondentes declaram que compartilham conteúdos de marcas. O perfil desse público é de pessoas super conectadas nas redes sociais: em um dia normal, quase todos entram no Facebook (84%), metade visita o YouTube (51%) e 40% acessam o Twitter. A maioria (91%) se declara propensa a seguir uma marca e 69% o fazem para saber sobre produtos, ofertas e novidades. No entanto, 71% usam as redes sociais para falar de suas experiências ruins com as marcas.

O Brasil lidera o ranking dos que compartilham este tipo de experiências, com 78% dos internautas afirmando fazê-lo, seguido por Reino Unido (77%), Austrália (76%), Canadá (73%) e Indonésia (72%).

Os brasileiros estão também no topo do ranking dos que mais compartilham experiências positivas (95%), atrás apenas dos chineses (97%) e dos indianos (96%), mas à frente dos indonésios (94%) e dos japoneses (93%).

Fonte: IDG Now!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: