Publicado por: Fernando de Oliveira | 20/03/2015

Balão do Google oferece sinal 4G a uma área de até 5 mil km²

A ideia parece boa, mas um tanto utópica.

BlogImage7-copy[1]

O Google revelou novos detalhes sobre o Project Loon, o projeto que usa balões para distribuir sinal de internet a áreas remotas. Segundo a empresa, um único balão é capaz de cobrir uma área similar a um pequeno estado americano como Rhode Island, que ocupa um espaço de 3,1 mil km² no mapa.

As dimensões não são suficientes para cobrir nenhum estado brasileiro por completo, nem mesmo o Distrito Federal. No entanto, o número subestima a real capacidade dos balões de internet da empresa, que, na verdade, podem cobrir um diâmetro de 80 quilômetros, com uma área de cobertura de até cerca de 5 mil km².

Para cobrir áreas maiores, será necessária a utilização de mais balões, o que não parece ser um problema para a empresa. Eles são capazes de se comunicar entre si para ampliar o alcance do sinal, e o projeto é bem barato.

Toda a ideia do Project Loon não é, na verdade, oferecer internet por conta própria, mas trabalhar com operadoras de telefonia móvel para levar conectividade a áreas onde a construção da infraestrutura necessária seria custosa demais, o que desencoraja o investimento.

A parceria com o Google permite que as operadoras apenas apontem sua infraestrutura já existente para o ar e se comuniquem com os balões para ganhar m alcance muito maior. “Se você já tem torres para cobrir uma cidade, você pode apontar uma parte delas para o céu e ser capaz de oferecer conexão para uma região inteira pela rede de balões”, explica Johan Mathe, um dos designers do projeto em entrevista ao Ars Technica.

Outra questão importante do projeto é a durabilidade dos balões. Já foi provado pelo Google: eles são altamente resistentes, e conseguem aguentar até seis meses (embora a média seja de cerca de apenas 100 dias) no ar em condições bastante desfavoráveis. O balão que mais tempo resistiu fez isso por 187 dias, com 9 voltas no globo terrestre aguentando temperaturas de até -75º Celsius e ventos com velocidades de até 291 km/h em uma altitude de até 21 quilômetros passando por mais de uma dúzio de países por quatro continentes.

Por enquanto, o Loon ainda está em fase de testes, atendendo poucas regiões no planeta. Um dos balões oferece conectividade 4G à escola Linoca Gayoso Castelo Branco, no Piauí; também há balões do Google na Nova Zelândia.

Fonte: Olhar Digital


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: