Publicado por: Fernando de Oliveira | 11/03/2014

Sete erros que as empresas devem evitar nas redes sociais

Essas não são regras definitivas, mas deveriam ser aplicadas na maioria das vezes. Algumas delas são aterrorizantemente familiares.

Social Media Logotype BackgroundAs mídias sociais são uma bênção para as empresas, tanto de pequeno, médio e grande porte, mas também estão se tornando um “campo minado” para as que não sabem como lidar com a crescente complexidade deste novo paradigma.

Erros podem ocorrer em redes sociais com uma velocidade incrível. Apesar de tweets e mensagens no Facebook poderem ser removidos, a prova de sua existência se multiplica questão de segundos após sua publicação.

Assim algo errado em uma rede social pode assombrar a vida da empresa por muito tempo. Especialistas listam abaixo sete erros graves que muitas companhias cometem e que podem ser evitados:

1- Deixar o gerenciamento das redes sociais nas mãos de profissionais despreparados

É compreensível que, como proprietário de uma empresa de pequeno porte você não queira passar seus dias gerenciando a conta do Twitter ou páginas do Facebook. É um trabalho que exige muito esforço e, que muitas vezes, tem um impacto mínimo no caixa da empresa.

Por isso, é muito tentador delegar essa tarefa a uma empresa externa ou deixá-lo nas mãos de funcionário despreparado. É um grande erro. Estes profissionais muitas vezes misturam a sua conta pessoal com a da empresa, sem estabelecer limites no momento de falar em nome da organização.

2. Despedir encarregada pelas redes sociais, sem adoção de medidas

As empresas podem ter que demitir alguns de seus funcionários se o negócio não decolou. Mas e se os cortes afetarem pessoas que gerenciam as redes sociais?

O varejista do setor de entretenimento, HMV, descobriu as consequências desta ação quando começou uma rodada de demissões em cortou o gerente de mídia social da empresa. O profissional aproveitou a ocasião e publicou vários tweets que incluiu acusações de práticas ilegais adotadas pela corporação.

Lembre-se, se a demissão é necessária, tente mudar todas as senhas de perfis oficiais e bloqueie o acesso ao ex-empregado para se prevenir contra potencial “vingança digital”.

3. Confundir o Twitter com correio eletrônico

É comum as pessoas cometerem essa falha no uso do e-mail corporativo, enviando acidentalmente uma mensagem, clicando em “responder a todos” em vez de encaminhar apenas ao remetente original.

Mas essa falha no Twitter tem um agravante. Ao enviar resposta de uma mensagem para todos, o conteúdo será visto por toda a empresa e seus seguidores até que seja removido.

4. Falta de sensibilidade sobre o alcance das redes sociais

Muitas empresas se aproveitam das hashtags para publicar suas mensagens corporativas ou para atrair mais seguidores. Mas esta tática pode trazer consequências.

Exemplo disso são algumas empresas norte-americanas que aproveitaram o furacão Sandy para promover seus produtos em redes sociais, pegando uma carona no sofrimento humano causado por este fenômeno natural. Elas não conseguiram melhorar vendas por esses serviços e ainda causaram desconfiança e rejeição nas mídias sociais.

5. Não entender sobre a confidencialidade comercial

Se você é o diretor financeiro de uma empresa de capital aberto, não publicar no Twitter mensagens como: “Reunião do Conselho. Números bons. Board feliz”.

Parece óbvio, mas na Gene Morphis, loja de roupas, o CFO da rede varejista francesa cometeu esse erro no ano passado, causando um aumento artificial no preço das ações em 15%.

Este tipo de comportamento é ilegal e a empresa pode ser punida pelos órgãos reguladores.

6. Pedir a usuários hostis para participarem de sua rede social

A cadeia de fast food McDonald’s criou uma hashtag (# McDstories) para encorajar seus McFanáticos a discutir os benefícios de seus restaurantes. A empresa recebeu uma chuva de tweets, pedindo um McDouble e para parar de atormentá-los.

Portanto, se sua empresa pretende promover um concurso por meio de uma hashtag no Twitter, tenha sempre em mente que, uma vez que desencadeada uma campanha, não pode ser desfeita. Avalie bem antes para evitar surpresas desagradáveis.

7. Descuidar da segurança

A segurança nos meios de comunicação social é um assunto sério. São comuns as tentativas de ataque por phishing ao Twitter e Facebook. Certifique-se de que os que estão acessando sua conta usam senha forte, bem como seguindo políticas de segurança e confidencialidade.

Fonte: Computerworld


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: