Publicado por: Fernando de Oliveira | 29/01/2014

O inferno astral do Rio de Janeiro e os minutos que salvaram uma vida

Acidente Linha AmarelaO inferno astral vivido pela cidade do Rio de Janeiro, principalmente no que se refere aos transportes, com panes e acidentes com trens, ônibus e agora essa tragédia na Linha Amarela, parecem reafirmar que a proximidade com o aniversário sempre traz eventos desagradáveis. É certo que muitos desses problemas poderiam ser evitados caso houvesse planejamento (para as obras), manutenção (caso dos trens) e fiscalização (quando pensamos nos ônibus e na Linha Amarela). Porém, o sempre nefasto jeitinho brasileiro faz com que empresas e governos margeiem as regras para conseguir obter os resultados prometidos, nos prazos fixados.

Solução? Difícil encontrar uma que faça diferença em um prazo curto. É preciso uma mudança total de mentalidade em todo o país.

Um susto

Passei sob a passarela que desabou cerca de uns dois minutos antes do acidente. Viesse um pouco mais devagar, poderia estar entre as vítimas da aparente imprudência do motorista do caminhão que causou a queda da passarela. O susto em ouvir sobre o acidente poucos segundos depois de passar pelo local me fez pensar o quão frágil é a nossa condição humana e que realmente não devemos perder tempo revendo momentos desagradáveis da nossa existência ou pensando em perdoar quem nos tenha causado dor.

Não sou de usar esse espaço para esse tipo de reflexão, mas essa passou perto.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: