Publicado por: Fernando de Oliveira | 01/01/2014

Retrospectiva musical 2013

Como toda lista, essa também deve gerar polêmicas (se alguém ler). A relação abaixo seguiu alguns critérios que acabaram sendo decisivos, como a não obediência de ficar restrito a alguma quantidade específica de títulos. Mas o melhor mesmo é deixar claro alguns deles.

1- Todos os discos, CDs, DVDs e livros resenhados foram ouvidos e lidos, ao contrário do que muita gente “importante” faz;

2- A maioria dos textos foram escritos para publicação em algum veículo de comunicação, mas é claro que o gosto pessoal teve forte influência nas opiniões. Portanto, não se você espera encontrar algo sobre pagode, funk, esqueça e pare de ler aqui;

3- O bom e o mal trabalho de gravadores, editoras, distribuidoras e assessoras também foi fundamental na formatação deste “best of”. Sendo assim, nada de David Bowie, por exemplo;

4 – Por último, mas não menos importante, a total falta de necessidade de ser modernoso, antenado com as últimas tendências, etc. Sendo assim, o mais importante é mesmo a qualidade da música e não a sua exposição na mídia.

Well, vamos ao que interessa. Como a lista ficou longa, há três divisões: vermelho (imperdível), verde (estonteante) e azul (merece ser conferido). Porém, a diferença entre essas classificações é quase imperceptível.

Melhores CDs e DVDs do ano (em ordem cronológica de audição e publicação):

Sex Pistols - Never Mind The Bollocks Here's The Sex Pistols FrontPeter Gabriel – Blood Live – Um dos mais conceituados astros do rock volta com um disco ao vivo, onde se apresenta com uma orquestra de 46 peças. Um ótimo lançamento para iniciar o então bebê ano de 2013.

Pascoal Meirelles – Dubai-Lima Guitar Projec – Ou quando a bateria homenageia a guitarra. O baterista Pascoal Meirelles juntou uma turma de guitarristas para acompanhar sua viagem instrumental.

Sex Pistols remasterizado e com bônus – O clássico disco dos Sex Pistols ganha versão com som melhorado e uma penca de bônus. Viva Never Mind the Bollocks, Here’s the Sex Pistols.

Caixa ‘Pery Ribeiro Anos 60’ reúne pérolas da bossa nova – Ainda na área do resgate histórico, os discos de Pery Ribeiro nos devolvem a versão original de Garota de Ipanema, entre outras boas bossas.

Francis Hime e Guinga juntos em álbum cheio de elegânciaElegância é uma das maiores qualidades da boa música brasileira. Juntar Francis HHime e Guinga só poderia dar nisso: um disco elegante.

Freddie Mercury – The Great Pretender (DVD) – O cantor do Queen era uma figura única e cheia de contradições. O documentário traz ótimas entrevistas com amigos e o próprio Freddie.

FCA!35 Tour: An Evening with Peter Frampton – O guitarrista comemora os 35 anos de Frampton Comes Alive, com um combo de CD e DVD de primeira.

Iron Maiden 88Maiden England – Lançado originalmente em 1989, Maiden England é outro bom relançamento e outra prova de que as técnicas de restauração atuais são muito boas. Rock para todos os gostos.

Só Morto – Jards Macalé – Para podermos entender e apreciar o presente é preciso conhecer o passado. O lançamento deste compacto duplo que marca a estreia de Jards Macalé foi uma cartada de mestre do selo Discobertas. Nossa MPB agradece.

Do Outro Lado – Marcelo Martins – Muitas vezes (ainda mais nessa era digital) fica fácil nunca saber quem é o responsável por um instrumento em uma determinada gravação. Marcelo Martins – saxofonista que já gravou com Arthur Maia, Nico Rezende, Gal Costa, Ivan Lins, Mauro Senise e Djavan, entre outros, resolveu lançar um trabalho solo no qual mostra maturidade e foge da armadilha de transformar solos de sax em momentos chatos de aguentar.

So – Peter Gabriel – Classic Albums (DVD) – A série Classic Albums é uma das mais bem feitas na história da música. Esse episódio dedicado ao disco SO é simplesmente imperdível.

Luiz Melodia – Série Tons – As caixas colocadas no mercado pela Universal Music são uma boa oportunidade para ter contato com obras primas da música que estavam fora de catálogo. Nessa edição os discos Pérola Negra (1973), Felino (1983) e Pintando o Sete (1991) mostram três faces do Negro Gato. Só ouvir Estácio, Holly Estácio, já vale o investimento.

stonescrossThe Rolling Stones Crossfire Hurricane (DVD) Lançado no Brasil pela ST2, Crossfire Hurricane é o documento oficial da história da banda, para muitos, a Maior Banda de Rock do Mundo!

Duofel pulsando MPB – O melhor duo de violões do Brasil faz releituras de canções que todos amam. O resultado? É difícil parar de ouvir.

Guilherme Arantes – Condição Humana – Independência e até uma certa raiva guiam Arantes. O autor de Meu Mundo e Nada Mais volta a boa forma.

Time – Rod Stewart – O primeiro grande revival do ano. Rod lança um disco surpreendentemente bom, voltando ao topo das paradas e mostrando que ainda tem muitas garrafas vazias para vender. Nele nos fez feliz!

Rod Stewart TimeWhitney Houston – A espetacular ascensão e o trágico declínio da mulher cuja voz inspirou uma geração (livro) – Ok, o título é um pouco longo, mas o jornalista Mark Bego destrincha o mundo da cantora que se perdeu (e perdeu a vida) nas drogas. Ótima leitura não autorizada.

Dominguinhos É de Todos – Uma Antologia – No ano no qual perdemos o talento do sanfoneiro, esta bela coletânea de canções do artista interpretadas por grandes nomes da MPB deixa clara a sua importância.

Wings Over America – Paul McCartney & Wings – Material de primeira. O disco que registra a super vitoriosa turnê de Macca e seu grupo pelos EUA, em 1976, foi um dos pontos altos do ano. Pena que o DVD/Blu-ray (Rockshow) teve problemas para ser produzido e acabou não sendo lançado no Brasil.

Erasmo Carlos – Série Tons – Mais um grande lançamento da Série Tons. O Tremendão (e seus fãs) ganham de presente reedições de Carlos, Erasmo (1971), Sonhos e Memórias 1941-1972 (1972) e o maravilhoso Banda dos Contentes (1976). Quem anda meio de lado com o Rei, deve ouvir o que o seu parceiro fazia nos anos 70. Brilhante!

Erasmo - caixa 3CDs_frente - em alta

Ellen Oléria – Não sendo fã do The Voice (qualquer um deles), algo curioso para quem se arrisca a escrever sobre música, entrevistar e ouvir o CD de Ellen Oléria foi uma alegria. A negra tem força, estilo e carisma!

Stereophonics – Graffiti on the train – O grupo, que já foi um dos melhores do mundo, segundo a crítica inglesa, mostra um belo trabalho, em um álbum com letras mais adultas. Guitarras em alta.

Joyce Moreno – Tudo – Embora tenha sido lançado no exterior em 2012, Tudo foi uma das melhores coisas que chegaram as prateleiras (se é que elas ainda existem) das lojas de CDs do país. Cantando e tocando como nunca, Joyce não deixa a peteca cair em nenhuma das faixas desse belo trabalho.

The Beach Boys Live The 50th Anniversary Tour – A mixagem pode até não ajudar, mas reunir Brian Wilson, Al Jardine e os outros Beach Boys só pode dar em coisa boa. São 41 canções com o espírito da surf music.

PrintThe Beatles – Help! (Blu-ray) – O relançamento do, na minha modesta opinião, o melhor filme dos Beatles, não poderia ficar de fora de uma lista dos melhores do ano.

No Tempo de Noel Rosa (livro) – A Editora Sonora foi mesmo uma bela aquisição para o cenário cultural brasileiro. Reeditar essa biografia de Noel Rosa (autorizada?) permite conhecer a vida do poeta da Vila em uma narrativa deliciosa.

Rita Lee – Série Tons – Assim como nos volumes dedicados a Erasmo Carlos e Luiz Melodia, a Série Tons acerta em cheio ao tirar do limbo os três primeiros discos da Rainha do Rock nacional: Build Up, Hoje é o primeiro dia do resto de sua vida e Atrás do porto tem uma cidade. Outro lançamento imperdível.

Best of live at the Apollo: 50th anniversary – James Brown – Quem não conhece James Brown não sabe o que é funk ou soul. Essa coletânea de gravações ao vivo não deixa nenhum esqueleto parado.

paul-mccartney-new-album-1381250075New – Paul McCartney Algumas pessoas podem até achar uma forçação de barra incluir o disco de Macca entre os melhores do ano. Bem, o disco é bom e a oportunidade de entrevistar o ídolo, em Londres, é algo inesquecível. Portanto, curtam New, um álbum que entrou para a (minha) história.

Também há um texto publicado no jornal O Globo sobre o álbum.

The Diving Board – Elton John – O melhor disco do ano veio de um veteraníssimo que voltará a se apresentar em palcos brasileiros em 2014. Nada de modernismos vazios, apenas grandes melodias, poesia de primeira e um piano sedutor. Sir Elton foi o melhor do ano.

Jack Johnson – From Here to Now to You – A nova safra de surf music atual poderia bem ser descrita como “músicas para ouvir deitado em uma rede”.

Elton John - The Diving BoardHistory of the Eagles – The Story of an American Band – A banda de rock que detém o recorde do álbum mais vendido nos EUA no século XX em um documentário de dar inveja a Scorcese.

Sound City – Dave Grohl (CD e DVD) – Apesar de fora de contexto (foi lançado bem mais cedo), esse documentário/CD não poderia ficar de fora. Merecia (no Brasil) uma divulgação mais competente.

Beatles On Air – Live at the BBC Volume 2 – O ano ainda teria mais dois lançamentos dos Beatles, sendo que um deles somente em formato digital e mais direcionado a colecionadores. Portanto, o melhor mesmo foi focar a atenção no segundo volume de gravações feitas para a BBC no início dos anos 60. Boas surpresas dentro desses dois CDs.

Amizade – Boca Livre – O melhor disco nacional do ano (assim como aconteceu com Herbert Vianna e seu Victoria, em 2012) foi lançado bem no fim do ano. A resenha completa ainda vai ser publicada, mas não podia deixar de mencioná-lo.

PS: Ouça canções desses trabalhos na playlist do F(r)ases da Vida, no menu lateral.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: