Publicado por: Fernando de Oliveira | 02/12/2013

A travessia de Abbey Road – um templo sagrado da música mundial

Depois de falar do The Shard e da London Eye, é a vez de mais um ponto turístico de Londres: Abbey Road

Abbey Road INão é para qualquer um transformar uma simples travessia de rua em um dos ícones de uma cidade. Além disso, praticamente obrigar a mudança de nome de um dos mais famosos estúdios do mundo – onde obras primas como Dark Side of the Moon e vários discos dos Beatles, claro, foram gravadas – apenas por conta de uma foto estampada na capa de um LP. Mais interessante ainda é que a travessia nem fica em uma esquina, mas em um pedaço aparentemente pacato de uma rua nem tão importante assim para a vida da cidade. Sendo assim, fica impossível não ficar impressionado com a força da música e da imagem dos rapazes de Liverpool.

DSC04569

Ir até Londres e não visitar Abbey Road, atravessando sua faixa de pedestres, é um pecado (mortal, diria eu). Não importa se você é ou não fã da banda (que não existe mais faz 43 anos), você já viu a tal foto dos rapazes cabeludos atravessando a rua. Hoje, são hordas de pessoas fazendo a mesma travessia, imitando a pose da capa do disco homônimo. Mas não pensem que isso é tudo. Depois de ser tombada (sim, tombaram uma faixa de pedestres), agora há até um pessoa para tirar as fotos dos turistas atravessando. Mais e melhor: é de graça! O estúdio continua sendo guardado por um simples portão, mas que, as vezes, dá para ser invadido – e, com dinheiro, é até possível marcar uma sessão de gravação.

Chegar até lá é fácil – é só sair na estação St. John’s Wood, na linha Jubilee – e seguir pela rua Groove End e pronto. Em pouco menos de 3 minutos de caminhada você está lá. Mas cuidado, em 2011, foi inaugurada uma nova seção da Docklands Light Rail (uma espécie de trem de superfície rápido) onde uma das estações foi batizada de….Abbey Road! O problema é que essa estação fica bem longe (mais de 15 km) da rua que você que ir. Portanto, não se confunda!

Abbey Road errada

Outras ações bem turísticas do local incluem escrever algo no muro do estúdio e procurar uma placa com o nome da rua para tirar uma foto (as perto do estúdio ficam em andares altos de prédios, para evitar roubos, mas há outras por toda a rua). Também vale dar uma passadinha na casa de Sir Paul McCartney, que fica bem pertinho, em Cavendish Avenue, que apesar do nome é uma rua até pequena.

Como disse no início, há muitos turistas o dia todo e uma webcam (com som), onde você pode ser visto fazendo a travessia e até guardar o vídeo (fica online por 24h). Bobo, mas divertido.

Além de Abbey Road, você pode aproveitar a viagem para visitar o museu de Sherlock Holmes e o museu da Madame Toussaud (um dos próximos tópicos dessa séria Londres 2013).

PS: Infelizmente várias fotos foram deletadas indevidamente, impedindo de fazer a sequência que gostaria e apagando um registro que agora só existe na minha memória. Tomara que não aconteça mais.

Fotos: Jo Nunes e Fernando de Oliveira

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: