Publicado por: Fernando de Oliveira | 26/11/2013

O Dia volta ao passado

Jornal O Dia capaDepois de mudar o logo e, em 2009, modernizar seu parque gráfico e adotar um novo e moderno formato – o berliner – o jornal O Dia anuncia que vai voltar ao tradicional formato standard e que sua gráfica será vendida.

A mudança de 2009 acarretou em demissões – o formato diminuiu em muito o espaço editorial – e um incompreensível aumento no preço de capa. Claro, que na época, udo foi anunciado com pompa e circunstância, como sendo um avanço, que levaria a uma melhora de qualidade do produto. Infelizmente, nada disso aconteceu e o buraco onde o jornal se meteu somente aumentou, mesmo com a venda para um grupo português.

Engraçado que os responsáveis por essa decisão seguem (fora da empresa) em postos conceituados, apesar da cagada. Lembro bem do dia no qual apresentaram o projeto aos jornalistas. Um olhava para a cara do outro com aquela cara de vai dar merda. Bem, deu merda!

Espero que o jornal volte aos seus melhores dias (principalmente em termos de vendas) e que a equipe seja reforçada.

O Dia é muito legal!

Jornal O Dia capa IIAno novo, vida nova: O Dia volta ao formato standard, descontinua gráfica e passa a rodar na Infoglobo

Está prevista para o início de 2014 a volta de O Dia ao formato standard. O jornal prepara um novo projeto gráfico, o que vai acarretar algumas mudanças editoriais. A Ejesa – também detentora dos títulos Brasil Econômico e o popular Meia Hora – decidiu vender a gráfica O Dia, e as publicações serão impressas no parque gráfico da Infoglobo.

Fonte: Jornalistas & Cia


Responses

  1. Bem, o texto é péssimo e mostra uma certa, se não completa, falta de conhecimento do que ocorria a nível de direção e as motivações que levaram às mudanças, certas ou não. As mudanças foram realizadas, ao contrário, numa tentativa de recuperar a rentabilidade do Jornal O Dia e evitar as demissões.
    Ligar as demissões à mudança de formato do Jornal mostra quão tendencioso é o autor (até porque as demissões mesmo ocorreram muito tempo depois, quando a Ejesa assumiu). O texto me parece “matéria paga” da portuguesada para tentar atribuir a outros sua responsabilidade pela péssima gestão e tentar, de alguma forma, mostrar que eles estão no caminho certo enquanto tentam se livrar de todo e qualquer ativo que possa vir a ser comprometido por uma série de ações trabalhistas e judiciais já em curso (muitas delas em fase de apelação, com objetivo meramente protelatório).
    Se esta é sua opinião Feroli, respeito, mas aconselho a se informar melhor para não ser manipulado por este bando que assumiu o Jornal O Dia. o IG e a Oi. Esse bando cujos donos estão sendo processados até mesmo em Portugal, que tem ligações com o José Dirceu e o mensalão (como você sabe), que simula separações para tentar salvar seu patrimônio, é o que há de mais baixo. Muito cuidado.

    • Cara Evanise,

      Como disse, eu estava lá quando as mudanças aconteceram e quando algumas (das muitas) demissões também. Acho que você não entendeu direito o que escrevi, porque não fui em favor da administração A ou B. Falei de profissionais e não de administrações.

      Quanto ao seu comentário de que as mudanças foram feitas para tentar evitar demissões, seria engraçado se não fosse triste. M\enos espaço editorial = menos profissionais para produzir notícias. Simples assim.

      Anyway, seu comentário está ai e respeito a sua opinião, que, para mim, está completamente equivocada.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: