Publicado por: Fernando de Oliveira | 11/09/2013

James Brown destruindo tudo no seu palco preferido

jamesbrownbestofJames Brown era um dínamo no palco. O rei do soul e do verdadeiro (e bom) funk incendiava toda e qualquer apresentação, não importando onde fosse o show, mesmo quando a idade já pesava ou as condições técnicas não ajudavam. Porém, era no palco do Apollo Theater, no Harlem, em Nova York, que o artista parecia se sentir mais energizado. A prova disso foram os quatro álbuns ao vivo que Brown lançou com registros feitos no Apollo – Live at the Apollo (1963), Live at the Apollo vol. II (1968), Revolution of the mind – Recorded live at the Apollo vol. III (1971) e Live at the Apollo 1995. Agora, para comemorar os 50 anos do lançamento do primeiro destes álbuns, a Universal Music despeja no mercado a (ótima) coletânea Best of live at the Apollo: 50th anniversary, que ainda traz dois registros inéditos gravados em 1972 para um disco que jamais foi lançado. Raridade total!

Best of live at the Apollo: 50th anniversary é perfeito para aqueles que ouvem a palavra funk e se arrepiam de medo (ou nojo). James Brown e sua banda (The Famous Flames) colocam fogo em tudo e todos nas 12 faixas do CD.

Feliz Sex Machine para todos.

 

Esse texto também foi publicado no jornal O Fluminense


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: