Publicado por: Fernando de Oliveira | 13/05/2013

Paul McCartney em Goiânia – 6/5/2013 ou O Ataque dos Gafanhotos Assassinos

Paul McCartney BRASIL 2013Depois da parada em Belo Horizonte, Paul e sua trupe foram para Goiânia, para um show no Serra Dourada, em uma improvável segunda-feira. Confesso que tive medo do show se tornar um fracasso de público, pelo local, pela distância, os preços e a falta de tradição da cidade em receber um evento desse porte. Jamais imaginaria que o show acabaria se transformando em um dos momentos mais marcantes de todas as apresentações de Paul por essas bandas.

Se o repertório não mudou nem uma vírgula, a banda estava bem mais ajustada e as canções novas foram executadas com muito mais segurança, embora Paul tenha errado duas vezes na abertura de Hi Hi Hi, provando, segundo ele, “que estamos tocando ao vivo“, o concerto foi marcado pela invasão de uma nuvem de gafanhotos que tomou conta do palco e dividiu o espetáculo com os músicos da banda e, principalmente, Paul. Minha impressão de que havia algo estranho começou logo ao entrar na pista vip e olhar para os telões. Eles estavam cheios de pontos escuros que pareciam buracos, coisa pouco comum para os shows de Macca, que sempre utiliza material de primeira, mas…vai que… Quando Chris Holmes – DJ que faz um esquenta antes do show de Sir Paul – começou o seu set alguns insetos (que até ai eu achava que eram mariposas) começaram a voar, de maneira inocente. Porém, quando o filme que antecede a entrada dos músicos começou é que eu tive noção de que eram insetos mais parrudos. Preocupação total!

Paul McCartney Out There Tour 2013Entrando no palco com um terno rosa, Paul não parecia ter notado a presença dos seus amiguinhos alados. Como disse antes, Paul não inovou no repertório (coisa rara), parecendo mais preocupado em azeitar as novas canções e a estrutura do novo palco do que em acrescentar mais novidades ao set. Essa decisão reforça a minha tese de que os artistas não precisam se reinventar a cada novo lançamento, a cada nova turnê, basta fazer bem o que sabe, com uma pequena apimentada no molho. É infalível.

Se nas primeiras canções os insetos pareciam não incomodar (embora as fotos mostrem que já havia um deles no terno de Paul desde a primeira música), foi ele ir para o primeiro set ao piano que a coisa se complicou de vez. A luz sobre Paul, que a essa altura já estava apenas com sua camisa branca, foi mortal. Nuvens dos bichos alados voaram sobre e pousaram no ex-beatle, que levou tudo na boa – tenho certeza de que a maior parte dos grandes astros teria simplesmente desistido do concerto.

Paul McCartney Out There Tour 2013Vale ressaltar que o som de Goiânia foi o melhor que já ouvi em um concerto de McCartney até hoje. Simplesmente perfeita a qualidade e mixagem, provavelmente em decorrência do esporro que deve ter rolado depois dos problemas em Belo Horizonte e que foram algo totalmente incomum para um concerto de alguém tão perfecionista quanto Sir Paul.

Harold – O Gafanhoto – vira um astro

A coisa ficou tão fora de controle que um dos gafanhotos tentou entrar no ouvido de Macca, fazendo-o perder o rumo durante My Valentine. Paul aproveitou para adotá-lo e apresentá-lo ao público. Assim nasceu Harold (veja o vídeo abaixo), que virou celebridade em jornais de todo o mundo.

Harold acabou fazendo backing (bem, Paul tentou) em várias canções e, apesar do incômodo visível de Wix e Abe, o show foi bem até o fim, com Paul esticando algumas canções, como no solo de The End.

Goiânia I - MJ KimDepois do show, os músicos postaram tweets bem-humorados, perguntando se no próximo show iriam encontrar sapos voadores ou dizendo que se os gafanhotos quiserem entrar na banda, precisam ensaiar mais. Alguns dias depois, Paul postou um vídeo onde é possível ter uma ideia de como foi a invasão verde.

Um adendo

Sei que vou ser massacrado, mas tenho que comentar. O que é Goiânia? Uma cidade que tem várias ruas com o mesmo nome, pouquíssimos lugares abertos até tarde (mesmo com um show dessa envergadura e não contando os podrões) e uma total falta de atrativos. Vale pelo povo, super simpático e prestativo, mas só.


Fotos: Marcos Hermes e MJ Kim


Responses

  1. O show aqui em Belo Horizonte foi exelente, o som estava ótimo, e foi um show espetacular, o único problema foi um banheiro q parece ter dado problema, mas o show foi ótimo, espero q o Paul volte no Brasil e em Belo Horizonte.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: