Publicado por: Fernando de Oliveira | 01/03/2013

Elton John – São Paulo – 27/2/2013 – Crítica

791423_elton_john027_gO show de Sir Elton Hercules John em São Paulo nesta quarta-feira (27 de fevereiro de 2013) foi a prova de que quando todas as condições estão favoráveis, ele ainda é um artista capaz de proporcionar um espetáculo da mais alta qualidade, mesclando animação com classe, baladas, progressivismos, carisma e (até) simpatia.

Com já alguma experiência de Brasil na bagagem (fez shows em 1995, 2009, 2011 e 2013), Elton já experimentou a falta de estrutura – na sua primeira passagem pelo Rio -, a falta de receptividade do público – na apresentação do Rock in Rio – e calorosas recepções, como a recebida ontem e no seu show de 2009, o primeiro no qual se arriscou a tocar uma das suas “canções mais obscuras” e que, estranhamente (para ele) é sua música mais conhecida no país: Skyline Pigeon.

791451_elton_john22_gIniciando a apresentação com uma pontualidade (quase) britânica, Elton deixou muitos atrasadinhos, que ainda não acham correto cumprir horários, para trás. Eram visíveis os vários lugares vazios durante os sete primeiros números, o que fez com que muita gente perdesse pérolas como The Bitch Is Back, Bennie and the Jets, Grey Seal, Levon, Tiny Dancer, Believe e Mona Lisas and Mad Hatters. Azar o deles!

A banda, onde se destacam os veteranos Nigel Olsson (que toca bateria para Elton desde 1969) e Dave Johnstone (guitarrista desde as sessões de Honky Château, em 1972), conta com músicos de primeira linha e quatro backins que ajudam a segurar a onda de canções chave como Don’t Let the Sun Go Down on Me. Não tem ninguém bobo naquele palco. Em tempo: Matt Bissonette – baixo, Kim Bullard – teclados, John Mahon – percussão e backing vocals, Lisa Stone – Backing vocals, Rose Stone – Backing vocals, Tata Vega – Backing vocals e Jean Witherspoon – Backing vocals.

Como o nome da turnê já deixa claro – 40th Anniversary of the Rocket Man – o repertório é composto praticamente da (perdoem o clichê) usina de hits formada por Elton e seu fiel amigo e brilhante letrista, Bernie Taupin. Com uma expressão de felicidade poucas vezes vistas por essas bandas, Sir Elton desfilou na passarela canções que todo mundo sabe ao menos cantarolar. A inclusão de Skyline Pigeon (desta vez mais bem ensaiada e com a participação da banda, diferente da interpretação voz e piano de 2009), deve ser daquelas para ele não esquecer jamais. Afinal, quando imaginaria ver uma plateia aplaudindo de pé uma canção que foi lado B de um compacto e é desconhecida em praticamente todos os países do mundo?

Assim como Skyline Pigeon, ficou claro que a criatividade do público – emprestada do show de Paul McCartney em 2011 – o surpreendeu. Os cartazes com “Lá-lá-lás” exibidos durante a performance de Crocodile Rock são daqueles momentos para ficar mesmo na memória. Aliás, Skyline Pigeon e Grey Seal são duas das pouquíssimas canções que Elton gravou e lançou em dois momentos distintos da sua carreira. Skyline apareceu no primeiro disco do pianista (Empty Sky) e no lado B do compacto Daniel. Já Grey Seal foi lançada como lado B de Rock n’ Roll Madonna e depois no clássico Goodbye Yellow Brick Road.

Os que tiveram que ver pela TV (como este que vos escreve) sofreram um pouco com a estranha mixagem do Multishow, mas, pelo menos, não foi preciso aturar nenhum “apresentador”. O show foi pauleira e com pouco papo. Era uma porrada musical depois da outra, a maioria da década de 70, quando lançar dois discos por ano era fácil e as melodias pareciam fluir do cérebro de Elton com facilidade.

Assim como o já citado Paul McCartney, Elton é um dos poucos que continuam mantendo viva a memória musical de décadas quando, para fazer algum sucesso, era preciso ter talento de verdade.

Até agora, o melhor show do ano em terra brasilis.


Setlist

The Bitch Is Back
Bennie and the Jets
Grey Seal
Levon
Tiny Dancer
Believe
Mona Lisas and Mad Hatters
Philadelphia Freedom
Candle in the Wind
Goodbye Yellow Brick Road
Rocket Man (I Think It’s Going to Be a Long, Long Time)
Hey Ahab
I Guess That’s Why They Call It the Blues
Funeral for a Friend/Love Lies Bleeding
Honky Cat
Sad Songs (Say So Much)
Daniel
Sorry Seems to Be the Hardest Word
Skyline Pigeon
(with band introductions)
Don’t Let the Sun Go Down on Me
I’m Still Standing
Crocodile Rock
Saturday Night’s Alright for Fighting

Bis:
Your Song


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: