Publicado por: Fernando de Oliveira | 19/01/2013

Como lidar com profissionais de TI da “Geração Millennial”

Ainda acho que os Focas Arrogantes em Cargos de Chefia são um perigo. Suas experiências são como as dos binários: com uma lógica própria e uma atitude equivocada. Porém, eles têm a juventude e as empresas a necessidade de contratar.

Boomerx x ArghA Geração Y, Geração Net ou Millennials, ou o que você escolher para chamar o grupo de profissionais de TI com idade entre 20 e 30 anos, nasceu com o DNA tecnológico. Por essa razão, a contratação desse pessoal requer estratégias diferenciadas.

A CIO.com conversou com especialistas da indústria para descobrir o que há por trás dessas percepções e aprender como as empresas e Millennials podem trabalhar melhor juntos. Afinal, uma geração inteira de Baby Boomers está saindo do mercado de trabalho e agora as companhias terão de aprender a contratar, gerenciar a promover os trabalhadores da Geração Y.

Pesquisa recente encomendada pela Adecco Group North America, empresa de soluções para força de trabalho, revela alguns fatos interessantes sobre os Millennials e o processo de contratação desse grupo.

Braun Research, em nome da Adecco, realizou uma pesquisa com 501 gestores responsáveis pelas tomadas de decisão na contratação em TI e pediu que eles contassem sobre suas experiências e percepções com profissionais maduros (50 anos) e os que fazem parte do grupo Millennials. Ele também perguntou como essas diferenças afetam suas decisões de contratação.

Os resultados revelaram que os gerentes responsáveis pela contratação são três vezes mais propensos a contratar um profissional maduro do que um Millennial. “Os trabalhadores maduros estão associados com confiança, mas muitos também acreditam que eles não têm conhecimento tecnológico suficiente”, diz Diana Fitting, vice-presidente sênior de Tecnologia da Informação no Engineering & Information Technology and Medical & Science.

Então, por que algumas empresas contratam trabalhadores mais jovens? E o que as companhias podem fazer para abraçar a Geração Millennial?

Percepções atuais sobre a Geração Y

“Os executivos notam que os Millennials são esclarecidos em relação à tecnologia, mas sentem que o seu compromisso de longo prazo com uma empresa é desconhecido”, diz Diana.

Considerando que essa é a primeira geração a ser completamente imersa no mundo digital desde seus primeiros anos, não é nenhuma surpresa que esses jovens conheçam bem as tecnologias do momento.

O que torna essa geração tão diferente? “Millennials têm problemas para tomar uma direção em comparação com os mais velhos, ao passo que o trabalhador maduro pode resistir à entrada de colegas mais jovens na empresa.

Esse tipo de atrito de idade é algo que deve ser levado em conta. “O talento de TI parte da Geração Y também precisa de feedback mais constante e validação de seu trabalho, mais do que as gerações anteriores”, revela Fitting.

Millennials são diferentes: nem sempre o dinheiro é o fator principal de retenção

“Millennials procuram no local de trabalho um ambiente agradável”, avalia Lauren Rikleen, do Rikleen Institute. As duas qualidades que normalmente estão no topo da lista são o trabalho flexível e um trabalho relevante.

De acordo com Lauren, mídias sociais também têm contribuído para que essa geração colabore, se comunique e compartilhe informações em tempo real. Atrativo importante.

Atrair e reter Millennials. Não há outra saída

“Empresas têm de lidar com as características dessa geração”, aconselha Lauren. Millennials cresceram em um mundo cercado de comentários, de acordo com ela. Por isso, é um pouco chocante para eles quando entram em uma empresa e não obtém retorno sobre o trabalho executado.

“Pessoas que recebem mais comentários se sentem melhor com aquilo que fazem e aprendem mais rápido”, relata Lauren. Os gestores devem dar feedback em uma base mais regular. Todos serão beneficiados, de acordo com Lauren.

As empresas que fornecem retorno regularmente, treinamento e desenvolvimento, bem como algum tipo de mapeamento da carreira se sairão bem não só com a Geração Millennial, mas também com todas as gerações de profissionais.

Implemente ou, pelo menos, considere criar uma política de trabalho mais flexível. De acordo com estatísticas recentes do BLS os funcionários que trabalham remotamente trabalham em média uma hora a mais a cada dia. No mesmo relatório, o BLS também afirmou que “diversos trabalhos podem ser realizados em casa”.

Lauren acredita que é possível reduzir o atrito entre as gerações. Para isso, ela sugere treinamento para educar os funcionários sobre as diferenças de pensamento entre as gerações. Ou então, implementar programas de mentoring para fazer com que profissionais da Geração Millennial trabalhem e lidem com outras gerações.

Conselhos para Geração Y em busca de uma vaga

De acordo com a pesquisa realizada pela Adecco, um erro cometido pela Geração Y na procura de um emprego é vestir trajes inadequados em uma entrevista. Claramente, esse é um reparo fácil de ser efetuado.

Trabalho e vida flexibilidade incluem mídias sociais no trabalho e a capacidade de trabalhar remotamente. Esses tipos de regalias são apenas isso: regalias. Se você não pode viver sem elas, busque posições em empresas que adotam esse tipo de cultura.

Se a organização cria uma cultura que ouve, educa e valoriza o trabalho de seus funcionários, será muito mais fácil para atrair talentos, independentemente da geração.

Fonte: Computerworld


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: